Tag Archives: cursos preparatórios

Colégio Pedro II: processo seletivo para admissão de alunos do 5º e 9º anos terá nova dinâmica

Colégio Pedro II

Concurso para o Colégio Pedro II

FAÇA O  CURSO PREPARATÓRIO PARA O COLÉGIO PEDRO II NO CAPE E CONQUISTE A SUA APROVAÇÃO!SAIBA MAIS. 

O processo seletivo para admissão de novos alunos de 2014, referente ao ano letivo de 2015, vai sofrer mudanças. Um novo comunicado foi publicado nesta sexta-feira, 18/05, no site do colégio com as novas regras. Em breve, será divulgado o edital do processo seletivo.
O novo processo de seleção é válido para o ingresso de alunos do 6º ano do Ensino Fundamental, 1º ano do Ensino Médio e 1º ano do Ensino Integrado, com provas previstas para o dia 23 de novembro de 2014. O exame terá duração de três horas e para sua realização é necessário que os candidatos estejam portando a carteira de identidade.
Provas de múltipla escolha

De acordo com as novas regras, a prova para o 6º ano do Ensino Fundamental e para 1º ano do Ensino Médio será constituída de 20 questões objetivas de múltipla escolha, sendo 10 de Língua Portuguesa e 10 de Matemática, além de uma Redação.
Já para os candidatos à 1ª série do Ensino Médio Integrado (exceto Proeja) serão 20 questões objetivas de múltipla escolha: sete de Língua Portuguesa, sete de Matemática e seis questões de conhecimento específico relativo ao curso escolhido, além da redação.

Site do Colégio Pedro II

Aprendizes Marinheiros: cuidado com locais de provas

Edital e inscrição de aprendiz

Concurso de admissão às Escolas de Aprendizes Marinheiros.

Os  inscritos no concurso de admissão às Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) devem ficar atentos a data e aos locais do exame de escolaridade, que corresponde a primeira etapa do processo seletivo. Essas informações ainda não foram definidas, mas, em breve, estarão disponíveis na página eletrônica da Diretoria de Ensino da Marinha (DEnsM).

Independente de quando sair a data da prova, especialistas salientam que candidatos já devem se preparar.

A etapa inicial do concurso é uma prova objetiva com 50 questões, nas disciplinas de Português, Matemática e Ciências. O exame valerá 100 pontos. Serão eliminados os candidatos que obtiverem nota menor que 50 pontos; ou número de acertos inferior a 40% das questões em qualquer uma das disciplinas. Serão quatro horas para responder todas as questões. Os participantes devem consultar, na página da DEnsM os horários de abertura e fechamento dos portões de acesso. Não será permitido, durante a realização das provas o uso de aparelhos sonoros, fotográficos, calculadoras, celulares ou quaisquer outros aparelhos eletrônicos.

Os classificados na primeira fase serão convocados para os eventos complementares: verificação de dados biográficos; teste psicológico; inspeção de saúde e teste de aptidão física. Esse último envolverá natação e corrida. Os candidatos deverão nadar 25 metros em 50 segundos e correr um percurso de 2.400 metros em 16 minutos. Em todas as etapas do concurso é obrigatória apresentação do comprovante de inscrição e de um documento de identificação original, com fotografia e dentro da validade.

A partir de 17 de outubro será divulgado o resultado do concurso público, no site da DEnsM. O período de adaptação, da verificação de documentos e avaliação psicológica será entre 12 e 25 de janeiro de 2015. O início do curso será em 26 de janeiro de 2015. A formação será realizada em 48 semanas, em regime de internato.

Durante o período de formação, os jovens recebem alimentação, alojamento, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-odontológica e uma bolsa no valor de R$770. Ao final do período, os aprovados serão promovidos a marinheiros e receberão a remuneração da ordem de R$1.400, além de uma série de benefícios.

Serviço
Tel: (21) 2104-6006
www.ingressonamarinha.mar.mil.br
www.ensino.mar.mil.br

Concurso dos Correios: anúncio da organizadora deverá acontecer em breve

Concurso dos Correios: anúncio da organizadora deverá acontecer em breve

Concurso dos Correios: anúncio da organizadora deverá acontecer em breve

Cresce a expectativa em torno do concurso para os Correios. O que se espera é que a estatal possa anunciar muito em breve a organizadora da seleção, já que, segundo o chefe de gabinete da presidência da estatal, Adeílson Ribeiro Telles, em recente entrevista , disse que o edital para cargos dos níveis médio e superior deverá ser divulgado entre meados de março a abril. Adeílson Telles disse que a organizadora já teria sido escolhida, mas que não poderia ainda informar qual a instituição que ficará à frente da seleção. Fonte ligada à estatal, no entanto, havia dito no final do ano passado, que o Cespe/UnB é o mais cotado para assumir o concurso, embora não estivesse descartada também a Fundação Cesgranrio.

As localidades e quantitativo de vagas ainda não foram definidos, mas, conforme o chefe de gabinete havia dito, todas as capitais provavelmente serão contempladas e que a oferta deverá ser próxima ao do último concurso, realizado em 2011, que teve 9.190 vagas, sendo 8.346 para o nível médio e 844 para o médio/técnico ou superior. O que está definido, desde quando o concurso foi anunciado, em 2012, é que o maior número de vagas será destinado a carteiro, operador de triagem e transbordo e atendente comercial, cargos que exigem o nível médio. A remuneração é de 2.006,65 ou de R$1.893,50, sendo R$1.084,35 de vencimento inicial, R$763,80 de vale-alimentação para quem trabalha 27 dias por mês e R$650,65 para 23 dias, além de R$158,50 de vale cesta-básica. Para carteiro, a remuneração média pode chegar a cerca de R$2.200, considerando ainda outros adicionais.

Também haverá chances para os graduados, cujas especialidades não foram informadas. A remuneração é de R$4.962,05 ou de R$4.848,90 (de acordo com a quantidade de dias trabalhados), sendo R$4.039,75 de vencimento base e os demais benefícios. Em 2011, os candidatos de nível médio foram submetidos a uma prova objetiva, com 60 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa, 20 de Matemática e 20 de Informática. Para carteiro e operador ainda houve um teste de capacidade física laboral. Já os de nível superior fizeram 120 questões, sendo 50 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa, Informática, Inglês e Administração Pública) e 70 de Específicos.